A Acústica Internacional perde Willian Cavanaugh

Considerado um dos pais da acústica brasileiraWillian Cavanaugh faleceu no dia 14 de julho, aos 90 anos. O autor do livro Architectural Acoustics Principles and Practices (editado em parceria com Gregory Tocci e Joseph Wilkes) nasceu e foi criado em Boston, nos Estados Unidos e era arquiteto formado pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MTI) em 1951. Em 1954, ele se juntou ao seu professor e mentor inspirador do MIT, Bob Newman, no pioneiro e legendário escritório de acústica BBN – Bolt, Beranek & Newman. Em 1975, foi co-fundador da Cavanaugh Tocci Associates com Gregory Tocci. 

 

O profissional clecionava prêmios. Em 2019, recebeu a Gold Medal da Acoustical Society of Americaem 2015, recebeu o Prêmio Laymon Miller – 2015 do INCE/NCAC; recebeu o Prêmio Robert B Newman em 2011 e o Prêmio Walter Clement Sabine em 2006. Em 1983, foi congratulado com a Medalha Paul Boner. Mas o reconhecimento é muito maior que os prêmios. Todo o mercado de acústica o reverencia pelos livros, estudos e artigos publicados e quem teve a chance de conhecê-lo pessoalmente cita a sua generosidade, gentileza e caráter.  

 

Willian Cavanaugh foi pioneiro ao defender a ideia de que o ruído de fundo poderia melhorar a privacidade da fala e seus conceitos serviram de base para a construção de ambientes abertos que privilegiavam o conforto acústico. O mesmo se repete nas aplicações acústicas em áreas próximas às arenas esportivas.  

Anterior Seminário FAU-USP sobre Mapeamento Sonoro
Próximo 27º Congresso Internacional de Som e Vibração (ICSV27)

0 comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comentar essa publicação!