4º Simpósio de Acústica SOBRAC Nordeste

image5

O Simpósio de Acústica realizado anualmente pela Sobrac Nordeste já se consolidou no calendário dos profissionais que atuam no mercado de acústica em todo o país. Nesta quarta edição, o evento tem como tema Acústica e a Norma de Desempenho ABNT NBR 15.575:2013. Realizado no dia 14 de agosto em Natal, no Rio Grande do Norte, o simpósio promete reunir ainda mais engenheiros, arquitetos e estudantes interessados em adquirir e compartilhar conhecimento técnico-científico, além de conhecer a prática do mercado nacional.

Danilo Fortuna, coordenador da regional Nordeste da Sobrac, explica a importância do evento. “Estamos muito felizes por chegarmos a quarta edição do Simpósio. É uma grande vitória tornar o Nordeste um grande centro de produção de conhecimento em acústica. Estamos trabalhando o conteúdo, que será apresentado de forma técnica e considerando as necessidades dos profissionais que atuam na região”, explica.

A Sociedade Brasileira de Acústica também leva uma novidade para o evento. Este ano a SOBRAC terá um espaço inteiramente dedicado a divulgar as novidades e trabalhos técnicos produzidos pela instituição nacionalmente, inclusive com exposição de materiais acústicos.

Sobre o tema | A NBR 15.575 – norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT versa, de forma clara e objetiva, sobre os níveis mínimos de desempenho em quesitos como acústica, térmica e iluminação, ditando as responsabilidades das empresas construtoras, incorporadoras e dos profissionais projetistas, além dos fabricantes de materiais, administradores condominiais e também dos usuários. Com base no papel de cada um desses personagens, é possível se demonstrar quem tem razão em possíveis debates judiciais. Com ela ficou estabelecido, ainda, o tempo máximo de uso (vida útil) de diversos sistemas de uma edificação (estrutura, paredes, revestimentos e pisos). É importante destacar que a NBR 15.575 trata de três classes de desempenho acústico (mínimo, intermediário e superior), além de níveis máximos de ruído aceitáveis gerados por equipamentos motores de uso coletivo e instalações hidráulicas.

Para a arquiteta Débora Barretto, mestre em Engenharia Ambiental Urbana na Área de Poluição Sonora, membro do Comitê técnico de Estudos de Acústica da ABNT e vice-presidente da Sociedade Brasileira de Acústica – SOBRAC, a questão acústica é abordada na norma de maneira extensa em quase todos os aspectos relevantes em uma edificação.  Débora ressalta que no Brasil “os valores mínimos exigidos ainda são muito baixos se comparados aos parâmetros de outros países, aquém das necessidades de usuários mais sensíveis à questão de ruídos. Esse é um primeiro e importante passo, mas as metas não são impossíveis e nem difíceis de serem alcançadas”, explica.

As inscrições para 4º Simpósio de Acústica SOBRAC Nordeste estão abertas e podem ser feitas pelo e-mail dagaz@dagaz.com.br ou através dos telefones  71 3240.6388 ou 3240.1806 . O evento é gratuito, vagas limitadas.

 

sobrac02

Anterior Designada Comissão Eleitoral que fará organização da próxima eleição da diretoria, conselheiros e coordenações regionais da SOBRAC
Próximo Dica de Leitura: A Acústica Musical em Palavras e Sons

0 comentários

Nenhum comentário ainda!

Você pode ser o primeiro a comentar essa publicação!