30 de janeiro de 2017 303 visualizações

Física de formação e acústica de coração, Stelamaris Bertoli é a nova presidente da SOBRAC

Nova presidente da Sociedade Brasileira de Acústica, Stelamaris Bertoli é graduada em física e possui mestrado e doutorado também em física. E foi na Acústica que encontrou o desafio profissional almejado. Profissional acadêmica da Faculdade de Engenharia Civil da UNICAMP, foi durante um evento realizado no Rio Grande do Sul que começou a se debruçar sobre a disciplina e deu os primeiros passos de uma longa história de dedicação a acústica.

Ao ingressar no pós-doutorado em Engenharia Mecânica da Universidade Federal de Santa Catarina, direcionou sua pesquisa para a acústica, cursando diversas disciplinas em cursos correlatos, que tinham alguma relação com acústica, começando a confrontar realidades e entender sua aplicabilidade. Ao voltar para a UNICAMP, Stelamaris iniciou um processo de quebra de paradigmas e incorporou seus conhecimentos à uma nova disciplina, o Conforto Acústico, no curso de graduação e na pós-graduação em Engenharia Mecânica. Ingressou, também, como docente na disciplina sobre Poluição Sonora no curso de graduação em Saneamento e Meio Ambiente.

Ao observar sua própria trajetória, Stelamaris demonstra alegria ao perceber como o mercado cresceu, em todos os sentidos. “Aqui na Universidade, existem disciplinas que abordam a acústica nos cursos de graduação em Engenharia Civil e Arquitetura, além de dois programas de pós-graduação nas mesmas áreas: Acústica nas edificações e controle de ruídos e Acústica de salas e ruído ambiental. Tudo isso é fruto de uma crescente busca de conhecimento científico, fortemente embasado pela pesquisa acadêmica”, comemora.

Importante destacar que a UNICAMP é hoje um grande centro de desenvolvimento científico, oferecendo alguns dos cursos que mais destacam a acústica na sua grade curricular.

Ao ser questionada sobre a relação entre física e acústica, Stelamaris explica que esta união possibilita tornar a análise física sobre o som mais próxima de uma disciplina mais comum ao mercado, como por exemplo a engenharia civil. “É um processo bem interessante, um novo olhar sobre algo já visitado. Aos alunos, explico que a relação pode ser vista de forma clara quando abordamos, por exemplo, todas as preocupações com isolamento acústico das edificações, com o conforto acústico dos ambientes, as questões de ruído urbano, mapas de ruídos… Tudo isso é extremamente importante e aproxima os físicos, os engenheiros e os acústicos, além de causar um impacto perceptível aos usuários”, explica.

Ao assumir o cargo de presidente da SOBRAC, Stelamaris volta aos anos 90, quando conheceu Samir, o presidente da época. Foi através dele que teve acesso às ações da SOBRAC, filiando-se. Desde então, sempre manteve ativa sua participação nos eventos realizados pela instituição e, ao longo desse período – principalmente nos últimos 10 anos – esteve presente em muitas gestões, como conselheira.

A presidente declara que “depois de tantos anos como pesquisadora e participante ativa, existia uma certa cobrança dos colegas para minha participação fosse ampliada para a diretoria. Foi após a realização do Encontro SOBRAC 2014 que comecei a amadurecer a ideia e hoje participo de uma gestão com grande entrosamento de ideias e de ideais, uma mesma linha de pensamento”.

Sobre sua gestão, Stelamaris é clara: o desafio é manter profissionais, empresas, instituições de ensino e associações unidas neste país, que tem contornos continentais, e avançar a acústica. Crescer, fortalecer e expandir, mantendo a união. Intensificar o alcance a novos associados e trazer de volta aqueles que, por algum motivo, nos deixaram. “Faço um convite aos velhos e novos amigos: estamos de braços abertos, buscando o auxílio de quem fez, faz e fará a história da acústica no Brasil”.

Anterior Associados terão acesso exclusivo aos anais de todos os Encontros SOBRAC
Próximo ENCONTRO SOBRAC 2017: Prorrogação do prazo de submissão de Artigos Completos e Inscrições com desconto